18/01/2017

"Tudo que nosso drama emocional precisa é não ser incentivado de forma alguma" - Tá todo mundo mal

Oi oi gente, como vocês estão?? Eu voltei com mais uma resenha amorzinho de um livro maravilindo 😍 o livro que a gente vê nossas crises no papel e é tão bom ver que alguém sofre da mesma crise né? Enfim, vamos pra resenha que é mais fácil que ficar falando aqui não é mesmo??


Título: Tá todo mundo mal
Autora: Jout Jout
Editora: Novo Conceito
Páginas: 200
Ano: 2016
Sinopse: Skoob
Classificação: ✰✰✰✰✰

Jout Jout pra quem não conhece, é uma mulher maravilhosa que resolveu falar de assédio em um vídeo no YouTube há dois anos atrás (eu acho, não lembro ao certo) e foi um vídeo que estourou! Geral compartilhando, falando sobre o assunto e até dando depoimentos de assédio que já tinham sofrido.

Depois do estouro desse vídeo e dos outros que ela foi colocando, nada melhor do que ela colocar alguns pensamentos no papel e compartilhar com a "Família Jout Jout", é como ela chama os fãs dela. Só que a Jout Jout não sabia sobre o que escrever, ficou pensando, pensando e quando de repente, em meio a uma crise, ela resolveu falar delas.

Isso mesmo, é um livro CHEIO das crises. De crises que você já pode ter sofrido, de crises que você pode vir a sofrer. Teve várias que eu me identifiquei. A crise de ser amada/odiada demais, a crise hereditária, a crise das histórias do meu pai e a PRINCIPAL crise que me identifiquei, A CRISE DO MEDO DE CRÍTICAS.

Esse livro faz a gente se sentir melhor (ou pior) por saber que não somos os únicos a ter crises existenciais, crises de ansiedade ou apenas uma crise por não conseguir algo. Nos mostra que todos somos humanos, que todos temos essas coisas horríveis e que podemos lidar com isso.

No livro, Jout Jout termina falando assim:

"O que importa no final é que este é um livro especial, escrito por uma pessoa especial, para você pessoa especial, ambas filhas de pessoas também especiais, que certamente fizeram, elas também, coisas bem especiais."

O que significa que independente das suas inúmeras crises, você consegue tirar algo especial delas e aprende a lidar com elas, o que é a melhor parte. Não se esqueça, você é uma pessoa especial, não importa o que digam ou o que pensem, você tem algo de especial e é algo único, só seu.

E vocês, já leram o livro da Jout Jout?? Se não leram, corram pra ter, porque é MA-RA-VI-LHO-SO.
Um cheiro, um beijo e até o próximo post.

Não esqueça de me acompanhar nas redes sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário