13/02/2018

Estações da vida


A gente sempre acha que tudo vai durar para sempre, na nossa cabeça as escolhas de hoje são para o resto da vida. É difícil mesmo parar e pensar só no agora, mas não custa tentar. Também pensamos que as nossas amizades de 2/3 anos atrás, vão durar para o resto da vida... Envelhecer ao lado da melhor amiga do ensino médio, quem nunca pensou nisso, não é mesmo?!

A verdade dói. A verdade NUA E CRUA é totalmente diferente do que imaginamos. Do que o seu eu jovem queria. É sempre diferente... Nós fazemos escolhas a todo momento.

Escolhemos a faculdade "perfeita" porque é o que dá grana ou o que nossa família quer ou o que era sonho quando criança ou por não saber o que fazer optamos pelo curso que está no "auge". É de perder o fôlego, compreendo. Mas também é triste. Perder todo o encanto da adolescência, toda a mágica das amizades eternas...

Se você tiver dois caminhos e escolher o errado, vai se culpar para sempre. Se escolher o certo, vai se vangloriar de tão esperto que foi... E assim a vida segue. Tenho costume de falar que temos estações na nossa vida, iguais as estações do metrô e deixamos em cada uma delas uma pessoa. Infelizmente, a vida acaba funcionando como um trem mesmo.

Já diria Ana Vilela, não é mesmo? Que a vida é trem bala parceiro... Mas será que vale a pena? Será que todo esse esforço, deixar todas as pessoas saírem da sua vida sem mais nem menos, só porque o destino quis assim, vale a pena? Será mesmo que os filtros da vida nos torna pessoas piores? Cegas?

Sim, eu escrevi tudo isso pra falar de amizade, de pessoas que passam e vão embora, mas também das pessoas que passam e resolvem ficar. Eu tô aqui escrevendo todas essas (talvez) bobeiras, pra dizer que se você realmente acha que uma amizade vale a pena, faça valer! Demonstre. Conte a verdade. Mesmo que não dê tempo de se ver na semana, dá um toque. Uma ligação. Uma mensagem. Uma demonstração de afeto repentina, faz o dia de qualquer pessoa melhorar...

Então, antes de se distanciar, antes de mentir para quem você sempre podia contar, pense se vale mesmo a pena perder alguém assim. Não tô aqui falando que se distanciar das pessoas é ruim, logo eu, Beatriz França que abomina pessoas tóxicas a nossa volta... Tô falando das pessoas que valem a pena. Que secaram nossa lágrima, estiveram em momentos bons e ruins, é disso que tô falando.

Agora, se você acha melhor se distanciar mesmo, tenha em mente a falta que vai fazer... É complicado, eu sei disso meu/minha caro (a) leitor (a). Só que ao deixar essas pessoas "tóxicas" em uma estação da sua vida, faz com que novas entrem também. Não pense que tudo está perdido, que a vida acaba após um término. Há ciclos com prazos de validade e pode ser que chegou o prazo e a estação desse.

Um beijo, um cheiro e até o próximo texto.

Texto escrito por:
Beatriz França.

Acompanhe nas redes sociais

29/01/2018

"A gente deseja, e a gente mesmo realiza. A gente ama, e a gente mesmo deixa ser amado" - Só a gente sabe o que sente

Oi oi gente, como vocês estão?? Eu to aqui, colocando as series e os livros em dia!! Isso é uma vitória, primeiro mês do ano e eu to cumprindo minhas metas até. Tenho que continuar nesse pique até dezembro e ver minha evolução, nesse ano que eu estou depositando todas as minhas esperanças... Enfim, chega de blá blá blá e vamos ao assunto do post, RESENHA! Sim, depois de um ano sem resenha. Vamos ver o livro dessa vez??


Título: Só a gente sabe o que sente
Autor: Frederico Elboni
Editora: Benvirá
Páginas: 168
Ano: 2015
Sinopse: Skoob
Classificação: ✰✰✰✰

É livro com textos que vai fazer você pensar durante dias, que você quer @? Porque é isso que esse livro traz. Você vai encontrar dos mais diversos amores do Frederico Elboni em forma de textos onde conseguimos reacreditar em um amor puro e verdadeiro, como aqueles dos filmes.


"Já faz algum tempo que vivo como turista dos amores alheios, fazendo caridade e guardando meus sentimentos no olhar. Aceno com os lábios, como quem diz que, aonde quer que a gente vá, leva o nosso coração. E eu, sempre levo, pois a gente só entra no coração dos outros quando o nosso está aberto." - p. 56


Ele descreve nós (mulheres) como queremos ser vistas por todos e principalmente pelo nosso parceiro. Descreve como é lindo amar e ser amado, que não devemos temer ao amor e que cada arrependimento nos ajude a crescer sempre mais.

"Não existe limite para os sonhos de quem acredita que o mundo conspira a favor de quem, como a gente, tem alma de música." - p.45

Nos textos, você consegue sentir como se tivesse conversando frente a frente com ele, consegue sentir aquele aconchego no coração, que consegue nos dar aquele brilho no olhar que falta no nosso dia a dia. É tão bom sentir isso né? E em um livro com textos sobre sentimento, tudo que esperamos é que acenda a chama do amor novamente em nós.

Além dos textos, Fred também compartilha a sua playlist que inspirava ele todos os dias para escrever esse livro (e que eu vou deixar aqui).

Vocês já leram??
Se não leram, corre pra pegar com uma amiga, comprar ou tira a vontade de conhecer o trabalho do Fred aqui (no site dele).

Um beijo, um cheiro e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

18/01/2018

20 coisas antes dos 20 anos

Oi oi gente, como vocês estão?? Eu to bem e cheia de coisa pra fazer (que novidade né, Bia?!), mas hoje estava fazendo uma lista de sonhos e vontades que eu quero realizar esse ano, antes de entrar na casa dos 20. Tô me sentindo uma idosa em um corpo de uma jovem? Claro que sim, mas a vida não pode parar.


  1. Conhecer outra cidade (pode ser de SP mesmo, mais acessível)
  2. Manter a frequência de posts aqui no blog (três vezes por semana)
  3. Sair pra fotografar pelo menos uma vez por mês (0/12)
  4. Passar uma tarde de domingo no CCSP
  5. Ler todos os livros pendentes da minha estante (essa meta tá em todas as minhas listas de metas)
  6. Fazer o pote de coisas boas e abrir só no último dia do ano
  7. Ir em alguns bloquinhos de carnaval
  8. Passar um dia no Ibirapuera
  9. E aprender a andar de bicicleta (pasmem, eu não sei andar de bicicleta)
  10. Ficar pelo menos 1h por semana na biblioteca do meu serviço
  11. Passar um dia inteiro desligada de todo mundo virtual (sem fotos no instagram, nada de stories, nada de WhatsApp e facebook!)
  12. Entrar na academia (e fazer zumba, talvez?!)
  13. Manter a frequência de fotos no Instagram (uma foto por dia)
  14. Escrever cartas de autoajuda e deixar espalhado por ai
  15. Guardar dinheiro na poupança todo mês
  16. Fazer algumas fotos na Casa das Rosas
  17. Voltar a interagir nos grupos (tanto Facebook como WhatsApp)
  18. Anotar todos os meus compromissos na minha agenda
  19. Fazer um almoço para o mozão e para a família (preciso aprender a cozinhar antes)
  20. Viver esse ano INTENSAMENTE
É isso galerinha, fiz essa lista com coisas simples, mas que eu sempre quis muito fazer e colocando ela aqui parece que eu devo algo para as pessoas. Isso me ajuda a ir atrás de fazer as coisas (podem me zoar, eu sei que parece ridículo). 

Enfim, gostaram da minha listinha? Tem algo que vocês tem vontade de fazer também? Me contem.

Um beijo, um cheiro e até o próximo post.


Acompanhe nas redes sociais