30/05/2016

"As pessoas gostavam de mim, mas elas não me conheciam de verdade" - Para onde ela foi

Oi gente, tudo bem?? Eu to uma máquina de post, fala serio. O último, porém o primeiro Li até a página 100 do ano, foi desse livro maravilhoso e hoje tem a resenha. Acabou a resenha do livro Um ano inesquecível, agora é voltar ao normal as resenhas (risos). Chega de enrolação, bora resenhar.


Título: Para onde ela foi
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo conceito
Páginas: 216
Sinopse: skoob
Classificação: 

Depois de sofrer por um longo tempo a instabilidade da saúde de sua amada, Adam resolveu seguir a vida. Mia tinha feito o mesmo, foi para a Jiulliard, conheceu pessoas, se tornou uma ótima violoncelista e o Adam voltou para a banda, fez várias turnes, arranjou várias namoradas e estava "ótimo" ao olhos da sociedade.

Adam tinha um amor enorme pela musica, mas tudo desandava quando tocavam no nome da Mia. Ele odiava ter que explicar sobre isso, ainda mais sobre a família dela. Não queria que ninguém sentisse dó dela, até porque ela não precisava disso.

"Acabei percebendo que há uma grande diferença
entre saber algo que aconteceu e saber porque
aconteceu, e acreditar nisso."

Só que ele sofria com o sumiço dela. Ela parou de falar com ele sem mais nem menos, parou de responder seus e-mails e isso para ele foi o pior.


Até que um dia Adam estava de saco cheio de tudo e resolveu andar pelas ruas de Nove Iorque, até que parou em frente um teatro e lá estava o rosto de Mia. Ela iria tocar ali, naquele local, naquela hora e a única coisa que ele pensou naquele momento foi em comprar um ingresso e entrar naquele teatro.

"Todo dia eu acordo e digo a mim mesma:
É apenas um dia, um período de vinte e
quatro horas para passar."

Ela tocou lindamente, ninguém havia reconhecido Adam.. Até que no fim da apresentação dela o segurança vem até ele e diz que ela quer vê-lo. Ele quase cai para trás, mas depois de anos sem se ver o reencontro finalmente aconteceu.

Eles conversaram, andaram, foram para lugares loucos que Mia sugeria e ele não sabia negar. Passaram um dia inteiro juntos, o que era lindo?! Só se ela não tivesse que embarcar para o Japão e ele para uma nova turnê. Parecia que o destino não queria os dois juntos.

Agora, você quer saber se eles ficaram juntos? Vai ter que ler. Não consigo falar mais nada sem dar algum spoiller.

Leiam a resenha do primeiro livro clicando aqui.

Vocês já leram esse livro? Me contem!
Um beijo e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

27/05/2016

As 10 melhores paródias

Oi gente, tudo bem?? Hoje eu venho com um post um tanto diferente. Nunca falei das paródias que eu gostei ou vi pelo YouTube né? Então vamos lá, estamos sempre abertos a novidades. 

Foto: Tumblr

1. SAI FACISTA!


"Chama as gorda, hein.. Feminista, hein.. Periferia vem. Porque a minoria não vai aceitar!!"

Nesse momento atual do país, essa paródia caiu muito bem. Apesar de paródia querer dizer que vai ser algo engraçado, essa é mais para abrir os olhos. 
Foi baseada na musica Química do Mc Biel e essas lindas arrasaram ♥

2. MIGA SUA LOUCA


"Miga sua louca, larga esse boy que solta asneira pela boca. Que fica reclamando do tamanho da sua roupa. HEY BOY, CALA A BOCA!"

Para uma feminista como eu, essa paródia além de MARAVILINDA é um ótimo recado para aquele boy que acha que pode mandar em você. Aquela indireta básica no facebook sabe?! (risos)
A paródia foi baseada na musica da Anitta, Mina sua louca.. Que teve o maior bochicho quando lançaram o clipe.


3. Snapchat ângulo perfeito


"Vídeo não tem nem 10 segundos. 99% ângulo, perfeito mas aquele 1% estraga tudo. Ângulo baixo me dá papo, to nem ai, vou lá e posto."

Mais uma paródia da Maíra Medeiros, esse é engraçado, baseado na musica do Wesley Safadão e sobre o snapchat, a febre do momento né?!

4. Qual a senha do Wi-Fi.


"Qual a senha do WiFi? Eu juro não aguento mais."

O Whinderson não podia ficar de fora né? Ele arrasou com essa paródia da senha do WiFi, nem precisa falar em qual musica foi baseado né? 
Se a Adele viu, ela deve ter rido demais e pensado "brasileiro sendo brasileiro" não é mesmo?

5. Meu whats não tem ninguém.


"Tudo cê quer ver, tudo cê quer ler, desliga a TV"

Baseado num ciúmes de namoro, no vício da sociedade no whatsapp e na musica do Silentó o Invento na hora fez essa paródia. Super criativo né? Aquelas desculpinhas de boy. Eu ri demais no dia que vi pela primeira vez.

6. Sofá, netflix e sorvete


"Os amigos tão chamando, zap zap bombando, querem tanto que eu saia que tão até ligando"

A voz desse cara me deu uma agonia na hora que eu ouvi a paródia, mas o contexto dela é tão legal... Tipo, representa minha vida. O povo me chama pra sair e eu arranjo umas desculpas nada a ver só pra ficar vendo serie em casa.
A paródia foi baseada na musica do Bruno e Barreto (deve ser por isso a voz fanha) Farra, pinga e foguete.

7. BANG - Kéfera.


"Ei! Ei! É melhor apenas concordar. Quando a TPM me pegar."

Que a Kéfera adora causar, não é novidade e nessa paródia ela causou e ainda mandou recado parzinimiga (risos). 

8. Fome, fome, fome.


"Fome, fome, fome. To com muita fo-fo-fome"

O Rangel também ama causar e essa paródia da musica da Rihanna caiu super bem, quando eu tô com fome fico caçando as coisas e nunca acho. Argh!

9. Work - Kéfera


"Já te avisei, que eu não to boa hoje. Quem é essa que cê deu like? E essa vaca no whatsapp?"

Mais uma paródia da musica da RiRi e pela Kéfera. Mais um recadinho para as inimigas do boy. Kéfera arrasa mesmo né?!

10. Favela - Comédia MTV


"Cresci num puxadinho, agora eu tenho laje.. Fiz com Waldomiro, tomando uma cerva, queimando uma alcatra que eu comprei na feirinha. Apenas 5,10 e hoje vai ter baile as dez."

Quem nunca ouviu essa paródia?? Ela fez parte da minha adolescência, eu e meus amigos cantávamos na escola e cara, época boa da MTV. Então não poderia faltar...

Enfim, gostaram? Quais vocês já tinham visto? Me contem!
Um beijo e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

25/05/2016

O vagão do amor.


Sabe aquelas paixões de metrô? Quem nunca viveu uma, né?!

Eu dia desses entrei no vagão na estação de costume, sentei no mesmo banco de sempre e esperei que ninguém fosse sentar ao meu lado até chegar na estação que lotava naquele horário, o Tatuapé.

Previsão errada!

Duas estações depois da minha, entra dois moços. Um paulista e outro que certamente havia acabado de se mudar para cá, um senta ao meu lado e esse outro, era você, que sentou na minha frente.

Você que por um incidente, acabei chutando e tive que me desculpar.

Ah, certeza que você deve ter achado que foi de propósito, talvez eu fiquei nervosa com tamanha pressão?

Você com um sotaque do sul, diretamente de Curitiba como eu tinha ouvido na sua conversa com seu amigo, estava sentado na minha frente tentando descobrir o livro que eu estava lendo.

Eu tentei não olhar, demonstrar que o livro era mais interessante do que o cheiro do seu perfume. Falhei.

Chegou minha estação, fiquei prestando atenção para ver se você e seu amigo iriam descer, pelo jeito não. Droga! Perdi minha estação.

Por sorte, ainda tinha a oportunidade de descer duas estações depois daquela.

Eita, descemos na mesma estação. Acho que são os astros nos ajudando.. Pera, você desceu do lado errado. Acho que ainda não se acostumou.

E ali, no mesmo local, indo para a mesma plataforma, por lugares diferentes, ACABOU.

Acabou o que chamamos de amor de metrô, acabou o que nem começou, mas que por aqueles instantes vividos jamais irei esquecer do cheiro do seu perfume, do seu sotaque maravilhoso e da forma em que você falava o quão lotado e apressado é São Paulo.

Texto de minha autoria.
Beatriz França.


Acompanhe nas redes sociais

23/05/2016

Resenha: Um ano inesquecível - Amor de carnaval.

Oi gente, tudo bem?? Hoje eu venho com a última resenha do livro amorzinho. Como vocês já devem ter decorado, o livro "Um ano inesquecível" foi escrito por quatro escritoras: Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças. O conto de hoje foi escrito pela Thalita Rebouças, ela ficou com o verão (aproveito pra mandar um abraço para essa estação que me deixou). Eu já tinha lido um livro da Thalita, mas nada tão nessa vibe, agora eu quero é MAIS. Enfim, vamos pra resenha??

Título: Um ano inesquecível
Conto: Amor de carnaval.
Autora: Thalita Rebouças.
Editora: Gutenberg
Páginas: 305 a 397
Sinopse: skoob
Classificação: 


Verão chegou, com isso veio as férias e as cariocas já queriam curtir da melhor forma. Tati, Kaka e Inha, três amigas inseparáveis, faziam tudo juntas, TUDO MESMO. Tati queria ser famosa, Kaka queria ser da realeza e Inha só queria sossego e ser uma nutricionista.

O irmão de Tati era reserva do Flamengo e na virada do ano todos foram para uma casa de praia, Tati e as amigas não ficaram de fora, iria ter flashs e gente famosa, tudo que Tati sempre quis.

No primeiro dia do ano ela viu que seu irmão estava com foto estampada num site de fofoca beijando a funkeira KeroKero. Ela já acordou as amigas e queria curtir a praia para ser pega por algum fotógrafo, dito e feito, ela e as meninas saíram em vários sites como "irmã de namorado da funkeira Kero Kero curte a praia com as amigas."

E como sabem, verão significa carnaval, então nesse adorável momento brasileiro, elas foram para o camarote no sambódromo junto com a funkeira e o reserva do flamengo, o foco com certeza seria o casal então as três iriam ficar para escanteio. TUDO QUE A INHA, AMIGA DA TATI QUE TA MEIO CALADINHA AINDA, QUERIA.

Inha (que eu disse que tava calada) estava cansada de ficar com as amigas e foi ao banheiro, nessa saidinha dela é que COMEÇA A HISTÓRIA. Ela esbarra em um homem M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O. Os dois não eram muito bons com as palavras, mas ficaram conversando um bom tempo. De repente o Paçoca (amigo do Deus grego chamando Guima - Guilherme Guimarães) chegou e foi ai que Inha percebeu que precisava voltar para as amigas, só que elas apareceram em seguida. 

Todos viraram amigos (bem coisa de filme) e olha que coincidência, Inha e Guima eram apaixonados pela Portela o que fez os dois irem assistir o desfile da escola na grade.

"Quem nunca deu uma surtadinha e desejou a todas inimigas vida longa para que elas vejam cada dia mais nossas vitórias? Valeska não cantou uma coisa dessas à toa."

Os dois fiaram juntos até Tati vir chamar a amiga para ir embora, eles se beijaram no primeiro "encontro" (coisa que a Inha não fazia) trocaram telefones e Guima prometeu ligar assim que acordasse.

No dia seguinte o telefone dela toca as NOVE DA MANHÃ, ela pensou que fosse o amado Guima, mas na verdade era a amiga dela pra conta que os dois estavam em todos os sites de fofoca. As manchetes falavam que ele namorava uma modelo mega famosa e tudo que Inha não queria, era ficar famosa ainda mais dessa forma.

Ela criou um ódio por Guima ter mentido pra ela, e ele nada satisfeito começou a fazer serenatas e acampar na porta do prédio dela. Estava difícil escapar dele e das juras de amor que ele fazia, além de estar nítido que ele realmente a amava.

Será que essa paixão de carnaval foi todo esse fiasco mesmo ou será que Inha ouviu a versão do Guima e o perdoou? Enfim, só lendo para saber.


E ai, você já leu? Me conte se gostou do livro e da resenha.
Um beijo e até o próximo post.

Resenhas dos outros contos.

Acompanhe nas redes sociais

18/05/2016

MÃE TO NA CAPRICHO

Oiii minha gente, tudo bem?? Eu to bem demais! Hoje eu vim contar sobre a realização de um sonho, eu fui na CAPRICHO MINHA GENTE!


Em Março eu tive o prazer de visitar a Editora Abril e conhecer aonde a nossa amada Capricho fica. Como toda garotinha, eu sempre acompanhei a revista. 

Quando tinha a edição física, eu comprava a maioria e guardo até hoje, confesso e quando recebi o convite da Jô Pires (sua linda, muito obrigada) de ir até lá para gravar "O que as garotas pensam" eu surtei!!

Quem nunca sonhou em aparecer na Capricho??? Sempre foi meu sonho. Quando eu cheguei lá no dia 30 de Março, já parecia que era um sonho.

Primeiro que um motorista veio me buscar em casa e me trouxe depois. Isso aconteceu porque fui convidada para gravar com eles, não fui lá atoa. Vamos dizer assim, rs.

Nesse momento, eu já estava me sentindo. A minha prima/amiga, Thamires, foi comigo e cara, mais um sonho realizado juntas. Levei ela porque além da nossa enorme amizade, era um sonho dela também. 


Quando cheguei lá, três das cinco meninas já estavam lá. Contando comigo, faltava apenas uma e a maquiadora também precisava chegar para assim começarmos. Eu jurava que iriamos gravar todas juntas em forma de debate, mas não foi assim. 

A maquiadora era uma mulher que já maquiou a Nah Cardoso, a Nina e tantas outras... Eu me senti nessa hora também! Maquiou tantas blogueiras lindas e grandes, de repente estava me maquiando. 

É bobagem? Talvez. Surtei atoa? Não sei. Mas que foi demais, isso foi.

Cantinho da onde é gravado a TV Capricho.

O assunto do vídeo era "O que as garotas pensam sobre a situação atual do país" e no momento em que vivemos, tem que ser abordado mesmo. Ainda mais por um site que milhares de jovens (eu me incluo) buscam informação. 

Quando eu soube que esse era o tema, só me atiçou ainda mais a ir gravar.

Parede da TV Capricho super Girl Power.

As meninas que também gravaram no mesmo dia que eu. (faltou a Gabi nessa)

Agora sim, todas as meninas que gravaram no mesmo dia que eu.

Mais um cantinho da TV Capricho.

Enfim, passar a tarde na redação da Capricho só me deu mais vontade ainda de continuar a cursar jornalismo e tentar de todas as formas alguma coisa lá, até servir café eu aceito hahaha.

O vídeo saiu na semana passada, então não esqueçam de ver. Se já viram, vejam de novo, por mim, por favor hahaha.




Essa da foto à cima é a Jô Pires, ela é a editora da TV Capricho e um amorzinho. Realizou dois sonhos meu, uma fofa.. Deixo aqui o meu muito obrigado à ela. ♥

Foi isso gente, se vocês sonham com algo acreditem que vão realizar. 2016 tá sendo meu ano, então me desejem sorte e foco no que eu quero, que é recíproco pra vocês.

Um beijo, e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

16/05/2016

Resenha: Um ano inesquecível - Matemática das flores.

Oi gente, tudo bem? Agora eu voltei rápido com a continuação da resenha desse livro maravilhoso. Como eu disse nos dois posts anterior, esse livro foi escrito por quatro escritoras maravilhosas, porque se o livro é maravilhoso as escritoras também são. Então, ele foi escrito por: Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças. A resenha de hoje é do conto que a Bruna Vieira escreveu, foi sobre a estação primavera, que é minha estação preferida também. 

Título: Um ano inesquecível
Conto: Matemática das flores
Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Páginas: 207 a 302
Sinopse: skoob
Classificação: 


Último ano da escola, último mês de aula, clima de festa, sem recuperação, faculdade está ai para todos, menso para Jasmine. Parecia que o sonho dela de entrar na faculdade iria ser interrompido por dezenas de números.

Se tinha uma matéria que não entrava na cabeça dela era matemática. Nas últimas semanas ela estava estudando mais que o normal, seus pais haviam tirado até o celular para ela focar na prova e achando que Jasmine não daria conta sozinha, sua mãe resolveu pedir ajuda na escola e para o insuportável professor de matemática dela. Jasmine agora teria reforço todos os dias a tarde, que beleza!

No primeiro dia, ela entrou no metrô e teve uma daquelas paixões platônicas e super rápidas, por se distrair tentando adivinhar a musica que a "paixão dela" estava escutando, perdeu a estação e teve que descer na próxima, ou seja, teria que andar mais porque a estação ficava longe da escola e isso já a deixou irritada. 

Quando chegou lá, o seu "amado" professor lhe disse que não poderia dar aulas a ela e nesse momento ela pensou que estava livre, até ele falar que arranjou um substituto que era estudante de engenharia. Esse estudante era nada mais, nada menos que o MENINO DO METRÔ. Era a chance dela descobrir o que ele estava ouvindo nos fones de ouvido, se ela não estivesse com vergonha e medo dele achar que ela era uma louca perseguidora de pessoas no metrô.

Os dias foram passando, ela e o Davi (seu professor do reforço que eu esqueci de citar o nome) foram se aproximando mais do que "podiam". Um dia eles resolveram pegar um cinema depois do reforço e como sempre tinha um certo alguém que não podia ver a Jasmine feliz, tirou fotos e espalhou pelas redes sociais.

Foi a gota d'água. Jasmine já não suportava, fora que Davi poderia perder a bolsa, já que o colégio da pobre garota a noite virava faculdade. 

"O amor é como um jogo que você entra sabendo que vai perder, mas ainda assim é divertido tentar, só pra ter certeza."

O pior de tudo foi eles terem que se afastar, ele não respondia as mensagens dela (seus pais devolveram o celular porque ela estava se esforçando), justo ela que evitava se apaixonar, ficou assim, desolada por causa dele.

Os dias foram passando, a temida prova de matemática chegou e apesar de tudo que aconteceu nos dias que antecederam o dia da temida prova, ela estava preparada! Para felicidade de uns e tristeza de outros... 

Fora isso, ela ainda tinha vestibular dos cursos que seus pais queriam (biologia e psicologia) e o que ela realmente queria, designer e ainda a formatura. Jesus! Muita coisa para um último ano.

Você deve estar se perguntando se o Davi reapareceu, se ela conseguiu uma boa nota, se passou no vestibular, qual curso ela escolheu, além de querer saber se a formatura foi igual dos filmes, né?! Vai ter que ler pra descobrir e depois voltar pra me contar em?

E ai, vocês já leram? A próxima resenha é do último conto, que pena, ta acabando. 
Beijo e até o próximo post.


Acompanhe nas redes sociais

14/05/2016

Li até a página 100 e... #19

Oi gente, como vocês estão?? Eu resolvi voltar, não sei se todos viram o post falando sobre meu sumiço, o hiatus, a explicação.. Mas quem não viu, veja clicando aqui. Resolvi voltar porque aqui é o meu lugar. Agora com o antigo nome de volta, as coisas antigas vão voltar também. Pra começar, a categoria que eu mais gosto que é essa. O livro da vez é a continuação de Se eu ficar, o amado Para onde ela foi da Gayle Forman. Vamos lá?


1. Primeira frase da página.
"Um deles pede moedas."

2. Do que se trata o livro?

É a continuação de um romance meio dramático, que é o Se eu ficar então ao contrário do primeiro livro, esse não envolve mais a família da Mia mas agora envolve a vida do Adam que não era o principal naquela história.

3. O que está achando até agora?
Juro que tava resistindo muito por ser contado de uma maneira diferente, entre o presente e as lembranças que o Adam tem, então não tava muito convencida que queria terminá-lo. Mas agora, eu to amando e chorando que ta para acabar.


4. O que está achando da protagonista?
Que cara chato! Ele só sabe pensar em si próprio, xingar, humilhar as pessoas. Por enquanto não gosto dele não.

5. Melhor quote.
“Acabei percebendo que há uma grande diferença entre saber que algo aconteceu e saber por que aconteceu, e acreditar nisso. Porque, quando ela cortou o contato, sim, eu sabia que havia acontecido. Mas levei um longo, longo tempo para acreditar. Em alguns dias, eu ainda não acredito.” (p. 98)

6. Vai continuar lendo?
Sim! Com toda certeza, agora que ta na parte boa tenho que continuar.

7. Última frase da página.

"Como um boliche num grande terminal de ônibus."

E ai, alguém já leu esse livro?? Gostaram? Eu to amando e logo, logo tem resenha aqui.

Um beijo, e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

11/05/2016

TAG: 101 coisas em 1001 dias - segunda edição.

Oi gente, tudo bem?? Amanhã a primeira edição da tag 101 coisas em 1001 dias acaba e como eu funciono apenas na base da pressão (porque tem que ser forçado as vezes), resolvi que vai ter a segunda edição e dessa vez eu sei o que eu quero, coisas mais fáceis e possíveis. Estou mais realista. 


Foto: tumblr


Início: 11/05/2016
Término: 26/02/2019
Completos (3/101)

STATUS
Completei: negrito e  
Em andamento: os que não tem nada
Não consegui: riscado e 
Com * - modificado



SAÚDE/BELEZA

1. Tomar vacina dos 15 anos;
2. Ir ao médico pelo menos duas vezes ao ano;
3. Cortar as pontas do meu cabelo de três em três meses;
4. Fazer a sobrancelha sempre;
5. Colocar meu aparelho;
6. Ir em uma nutricionista;
7. Mudar meu cabelo.

CURSOS/APRENDER

8. Fazer curso de inglês;
9. Aprender a mexer no PhotoShop;
10. Aprender a fazer comida;
11. Aprender a tocar violão;
12. Fazer curso de espanhol;
13. Fazer curso de informática.

CONHECER/REENCONTRAR

14. Conhecer o Tiago Iorc;
15. Conhecer o Ivo Mozart;
16. Rever a Bruna Vieira;
17. Rever a Isabela Freitas;
18. Conhecer a Taciele Alcolea;
19. Conhecer o Beco do Batman.

ESTUDOS

20. Passar tranquila na faculdade;
21. Fazer as próximas edições do ENEM;
22. Prestar o vestibular da USP (FUVEST), UNICAMP E UNESP.

LIVROS/LEITURA

23. Ler todos os meus livros pendentes;
24. Ler para crianças em algum hospital ou abrigo;
25. Incentivar a leitura para crianças;
26. Ler uns seis livros por mês.

DESAPEGAR

27. Doar e/ou vender alguns livros;
28. Doar e vender algumas roupas que não uso mais.

BLOG/FANPAGE

29. Dar dicas de livros uma vez por mês;
30. Dar dicas de musicas uma vez por mês;
31. Dar dicas de estudos até o dia dos vestibulares;
32. Alcançar 2 mil curtidas na fanpage;
33. Gravar mais vídeos;
34. Alcançar mil inscritos no canal;
35. Voltar a entrevistar as pessoas para o blog;
36. Comprar o domínio do blog;
37. Fazer um post quando realizar alguns itens;
38. Fazer trinta resenhas em um ano;
39. Responder algumas tags em vídeo.

VARIADAS

40. Abrir minha lojinha no enjoei;
41. Arranjar um emprego/estágio;
42. Fazer umas três viagens para lugares que nunca fui (0/3);
43. Ir em pelo menos dez shows (3/10);
44. Explorar o centro de SP;
45. Tirar uma nova identidade com uma foto decente;
46. Arrumar a casa todo fim de semana;
47. Ir na Bienal de 2016 e 2018;
48. Passar um fim de semana na Paulista;
49. Virar a noite em um lugar legal com pessoas legais;
50. Ir na Praça Pôr do Sol;
51. Ir no carnaval de Muzambinho - MG;
52. Ir na Expoagro Guaxupé;
53. Ir no show do Wesley Safadão;
54. Aprender a andar de bicicleta;
55. Voltar a andar de patins;
56. Jogar tênis no Sesc;
57. Aprender a jogar vôlei;
58. Ir na estréia de algum filme;
59. Fazer parte do Alegria de Criança;
60. Tirar meu passaporte;
61. Ir para um hotel fazenda;
62. Conhecer pelo menos três estados brasileiros.

SONHOS

63. Que meu pai pare de beber cerveja exageradamente;

64. Viver e sobreviver um amor de filme;
65. Ter coragem de pular de asa delta;
66. Perder o medo de voar de balão;
67. Lançar um livro com meus textos;
68. Ir no programa da Fátima Bernardes;
69. Ir no Altas Horas;
70. Acordar sem mau humor;
71. Ir no Programa do Jô na Globo;
72. Que as manas feministas sejam mais ouvidas.

COMPRAS

73. Trocar de celular;
74. Comprar uma câmera profissional/semi;
75. Comprar uns tênis diferentes;
76. Comprar várias calças jeans lindas;
77. Comprar um óculos de grau, mas sem grau;
78. Comprar todos os livros que estão na minha lista;
79. Assinar a Netflix;
80. Assinar o Spotify;
81. Assinar algum jornal.

SENTIMENTOS

82. Abraçar mais as pessoas;
83. Receber carinho sem pedir;
84. Ter retorno sentimental em alguma amizade;
85. Ter um relacionamento duradouro, isso volta no item 64 (mas tem que reforçar)
86. Dizer a amigos o que sinto por eles;
87. Empoderar algumas manas;

AVULSAS

89. Tirar um dia para arrumar meu Facebook;
90. Tirar um dia para arrumar meu Twitter;
91. Revelar algumas fotos;
92. Jogar algumas coisas antigas fora;
93. Visitar algumas amigas;
94. Ir ao cinema sozinha;
95. Presentear algumas pessoas que eu gosto sem ser em data comemorativa;
96. Andar no shopping sozinha;
97. Praticar o amor próprio;
98. Pensar antes de falar;
99. Ter um feed no insta organizado;
100. Viver intesamente;
101. Fazer outra lista de 101 coisas em 1001 dias quando essa acabar.

E ai, algum item vocês tem em comum comigo? Me contem!
Beijos e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

06/05/2016

Resenha: Um ano inesquecível - Um som de sentimentos.

Oi gente, tudo bem?? Voltei novamente pela milésima vez depois de mais de um mês, com a continuação da resenha do livro Um ano inesquecível. Como eu disse no primeiro post de resenha desse livro, eu estou separando em quatro partes porque o livro foi escrito por quatro lindas escritoras:  Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças. O conto de hoje é da Babi Dewet, que escreveu sobre a estação outono e eu nunca tinha lido nada dela então foi uma experiência nova.. Enfim, vamos lá?


Título: Um ano inesquecível.
Conto: Um som de sentimentos
Autora: Babi Dewet
Editora: Gutenberg
Páginas: 115 a 203
Sinopse: skoob
Classificação:  


João Paulo um garoto com boas intenções em ajudar os outros, saiu de Minas Gerais para vir tocar no vão livre do MASP em São Paulo, para ajudar ONG's e/ou famílias. Ele estipulou até o fim do outono que conseguiria ganhar um "x" valor e mandaria para pessoas que precisassem mais que ele.

Ana Julia, estudante do último ano do ensino médio, estava disposta a cursar direito e seu pai decidiu mexer uns pauzinhos e a colocou para estagiar num escritório de um amigo dele na Paulista.

Ana e João, duas pessoas totalmente diferentes, mas que acharam algo que chamou atenção em comum. Todos os dias Ana passava e lá estava o rapaz, tocando seu violão e desafinando na hora de cantar. Ela que não gostava muito de musica, passava e as vezes deixava um trocado no pote do garoto. Ambos não sabiam o nome do outro, mas rolou uma química entre as trocas de olhares.

"De toda as coisas que tinha aprendido durante os ultimos meses, notar as pequenas coisas da vida era que mais fazia seu dia feliz." 

Até que um dia ele perguntou o nome dela e ao descobrir começou a cantar a musica do Los Hermanos, não deu outra, ela ficou brava e foi embora sem nem pensar duas vezes. Depois de superar isso, aconteceu alguns outros encontros porque eles se viam todos os dias, ela sempre atrasada e ele sempre disposto a parar tudo para ouvi-la. 

O outono foi passando, esse "amor" que tinha entre os dois aumentava. Mas depois que acabasse essa linda estação eles não iriam mais se ver, nem numero de celular e rede social haviam trocado. João ajudou ela a experimentar e arriscar coisas novas na vida, ele sem querer deixou o iPod dele com ela porque emprestou o casaco num dia frio a ela e com isso a menina que se recusava a gostar de musica, começou a amar. Ouviu todas as musicas do João e usou a musica para lembrar dele sempre que tivesse saudade...

O que falar desse João? Ele arrasa! E o que acontece depois? Vão ter que ler para saber. 

Nunca havia lido nada da Babi, mas percebi que ela escreve coisas que são possíveis de acontecer sem aqueles finais clichês (dando um pouco de spoiler). 

Não esqueça de ver a primeira parte da resenha, clicando aqui.

Vocês já leram esse livro e especificamente esse conto? Me contem!
Um beijo e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

04/05/2016

TÔ DE VOLTA: Explicações e atualizações.

Oii minha gente, como vocês estão? Com saudades de mim? Sei que furei novamente com vocês, mas foi preciso. Vou explicar porque sumi, a mudança de nome novamente, o que vai acontecer daqui pra frente. Enfim... Deixar vocês a par de tudo. Vamos lá??

Foto: tumblr

Bia por que você sumiu de novo? Sabe quando você não se identifica mais com alguma coisa? Então eu estava assim. Não estava satisfeita com o jeito que o blog estava e por isso mudei novamente, ou melhor dizendo, voltei para as raízes mas não totalmente. Antes apenas o endereço do blog era "pareinaadolescencia" agora o endereço e o nome. É que eu me identifico mais, me da vontade de fazer as coisas pra cá. 

Quando era o DAPA tudo que eu pensava era direcionado para cá, quando mudou para o Papeando com a Bea eu comecei a achar que o blog tava virando produto e não mais o meu cantinho e isso me desanimou. Mas chegou num dia e eu lembrei o motivo que me fez entrar para o curso de jornalismo, logo não poderia desistir de um sonho. Então agora o nome fixo é PAREI NA ADOLESCÊNCIA.

Eu também sumi porque a faculdade cobra muito e eu ainda to nessa transição de conciliar as duas coisas que eu gosto, BLOG VS FACULDADE, tem que juntar os dois e estou focada nisso. 

O que importa agora é que: eu vou voltar MESMO! Me cobrem, por favor. 

O canal do blog vai continuar sendo Papeando com a Bea, tipo um De frente com a Gabi só que não porque eu não recebo ninguém aqui em casa para gravar (momento triste do post).

Quem lembra das entrevistas que rolava com o pessoal? Vai voltar também! To preparando algo bem diferente do que era no começo, mas infelizmente ou felizmente, vai continuar sendo por escrito as entrevistas. O nome Papeando com a Bea, vai entrar na coluna de entrevista também... Aliás, é uma conversa né?!

Vai voltar as resenhas, a vontade de escrever meus textos está de volta, dicas, vai voltar TUDO minha gente! Eu to bem feliz com isso, espero que vocês me apoiem e entendam. 

Enfim, em breve tem continuação de resenha e mais livro resenhado, vídeo novo, tudo novo. Adoro!

Um beijo e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais