24/04/2015

"O amor nunca morre, nunca se vai embora, nunca esmorece, desde que não o deixemos partir." - Se eu ficar

Oii gente, tudo bem? Quanto tempo eu não resenho livro aqui né? Enfim, esse livro eu enrolei para terminar porque eu não tenho a continuação ainda. Mas... Prometo tentar postar mais, até porque minha meta para esse ano é ler bastante livro e até clássicos (para o vestibular, mas vai que eu gosto). Enfim, vamos a resenha??


Título: Se eu ficar
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 193
ISBN:  8581635415
Sinopse: skoob
Classificação: 

Mia uma jovem garota moradora do estado de Oregon, estava passando um dia normal com sua família e no seu estado quando começa a nevar, é motivo para cancelar aulas e trabalhos. Apesar dessa neve ser passageira, seu pai decidiu ficar em casa e sua mãe já havia pedido folga no trabalho, ela e seu pequeno irmão Teddy não teriam aula mesmo (porque já tinha vazado a notícia de cancelamento das aulas nesse dia). Seu pai resolveu ir visitar Willow e Henry, um casal de amigos que tiveram uma filha e fazia um tempo que não se viam, Henry e seu pai foram amigos de banda, mantiveram a amizade mesmo depois dos dois saírem da banda. Iriam na casa desse casal de amigos, e depois passariam na casa de seus avós, porque fazia tempo que não iam. Esse dia seria um dia em família, de passeios e visitas.

No caminho começou a ter uma discussão para ver qual estação de rádio iriam ouvir no caminho, Mia queria ouvir musica clássica já que era violoncelista (a única diferente da família), seu pai era ex integrante de uma banda de rock, seu namorado era guitarrista da Shooting Star, sua mãe e seu pequeno irmão eram admiradores da musica e seu irmão tentava fazer uns barulhos na bateria. Fora seus avós, amigos da família (que eram praticamente da família). 

"A vida é uma grande, uma gigantesca confusão. Mas essa é também a beleza dela."

Voltando para o passeio, eles resolveram começar pela música clássica e depois iria trocar, para satisfazer o gosto de todos! De repente, no caminho... Uma carreta, o carro deles, velocidade, pista molhada e PUFF!

"Eu não estou certa de que este é o mundo em que eu pertenço. Eu não tenho certeza de que eu quero acordar."


Mia (ou sua alma/espírito) começa a ver tudo que estava acontecendo do lado de "fora" e fica sem entender nada. Ambulâncias, médicos, polícias, pessoas curiosas e cada vez que acontecia algo diferente, chegava alguma coisa diferente lá ia ficando tudo mais confuso para ela. 

"Percebi agora que morrer é fácil. Viver é difícil."

O resto do livro começa a se passar no hospital e entre a visita ou pensamento do espírito dela, havia uns flashback de alguns momentos únicos e especiais na vida dela.

A parte que mais me emocionou foi a conversa do avô dela com o corpo em coma, e também quando ela houve que "só depende dela para partir ou ficar" também me emocionou e muito. Enfim, eu nem preciso falar que amei o livro né?? 

Precisando da continuação galera!! 
Já leram esse livro? Viram o filme?
Beijos e até a próxima resenha.

Acompanhe nas redes sociais

22/04/2015

Tem livro novo na área!

Oii gente, tudo bom? O post de hoje é bem rapidinho mas é algo que eu amo, falar sobre livro e dessa vez eu tenho o prazer de falar de um livro antes mesmo de tê-lo.

O nome do livro é Minha dava um livro que é um trabalho do Guilherme Cepeda e da Larissa Azevedo, é um livro interativo no estilo de destrua esse diário, uma página de cada vez e a febre do momento (que eu já quero) Jardim secreto, mas a diferença é que o Minha vida dava um livro é voltado para a leitura.


E olha só, o livro já está em pré-venda no site do submarino

Se você gostou da capa, e de como vai ser o livro.. Clique aqui e leia o primeiro capítulo.
E se você é de SP, confirme aqui a sua presença no lançamento do livro.. E curta a página do livro no Facebook aqui.


Fiquem ligados que vai ter mais coisa relacionada a esse livro, antes de tê-lo e depois também!

Beijos, e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

12/04/2015

Tag: 7 coisas


Oi gente, tudo bem? Hoje venho responder uma tag que a linda da Camila Mabeloop do desejo adolescente me indicou. Eu tenho que falar 7 coisas de temas aleatórios, vamos ver no que vai dar?


7 coisas para fazer antes de morrer:
1- Ir para a França
2- Ir no show do Paramore
3 - Ir no Rock in Rio
4- Encontrar um amor verdadeiro
5- Ter uma biblioteca em casa
6- Trabalhar na Abril
7- Lançar um livro de crônicas

7 coisas que eu mais falo:
1- Que horas são?
2- Meu..
3- Qual a próxima aula?
4- Vai robs (uma amiga minha)
5- Como assim?
6- Crush
7- Azinimiga chora (escrito errado para não tirar a graça da fala rs)

7 coisas que eu faço bem:
1- Dormir
2- Drama
3- Fingir que estou ouvindo alguém e na verdade não
4- Comandar um trabalho em grupo
5- Redações
6- Lições de matemática
7- Bombonzão (uma sobremesa que passei a receita aqui)

7 coisas que me encantam:
1- Sorrisos
2- Abraços
3- Pessoas que escrevem cartas
4- Quem faz cafuné
5- Pessoas que gostam de ler
6- Gente que tem fé e esperança grande
7- Gente que sabe o que fazer quando estou triste ou mau humorada

7 coisas que odeio:
1- Gente que não sabe a hora de ficar quieta
2- Falsidade
3- Hipocrisia
4- Gente desonesta
5- Qualquer salada tirando o Alface
6- Lanche do BK
7- Sentir cólica

7 pessoas/blogs para responderem a tag:

Temos algo em comum? Me contem nos comentários.
Beijos e até o próximo post

Acompanhe nas redes sociais

10/04/2015

Fazer o bem atingindo alguém.

Há algo que é necessário para vivermos bem e é esse algo que parece estar em falta. Todos dizem que não podemos reclamar porque temos tudo (casa, comida e uma família) e que as pessoas que não tem nada não reclamam como nós, as pessoas que nos dão essas broncas realmente estão certas.

Só que às vezes não estamos reclamando do que temos ou do que falta, estamos apenas reclamando de nós mesmos, achamos que é de algo que falta mas na realidade é de nós. Por que ao invés de reclamar, a gente não vai atrás de mudar? Porque reclamar é a opção mais fácil, viável.


Quando eu disse que há algo necessário para viver bem que está faltando, não estava falando de algo material e sim sentimental. Falta amor! Amor no que fazemos, no que cremos e vemos. Mas não to falando do amor demonstrado por um homem à uma mulher, e sim de um amor diferente. Um amor pela vida, pelo mundo, pelas pessoas desconhecidas.

Temos a mania de julgar o desconhecido, de não tentar entender o outro, de querer o bem só para si e dane-se os outros. Se queremos viver bem, desejar essas coisas a outras pessoas, nos faz bem? Como saber? Já ouviu falar que "tudo que vai, volta e volta em dobro"? Pois é, isso passa de ser um ditado a ser realidade. Se não acredita, continue fazendo essas coisas e sente para esperar o retorno.


Se falta algo necessário para você viver bem e esse algo é o amor, pare todos os seus atos antigos, reinicie o computador da sua vida, ainda dá tempo. Deseje o bem, faça o bem. Não precisamos ser igual ao outro, temos que mostrar a essas pessoas que a mudança começa de pouquinho em pouquinho. Então plante a semente do bem em alguém!

Texto de minha autoria
Beatriz França.

Acompanhe nas redes sociais

08/04/2015

6 on 6: Livre

Oi gente, como sempre meu post de 6 on 6 atrasado rs (mil desculpas) mas o tema do mês é livre e eu adoro essas coisas livres, que nos ajudam a pensar e organizar os pensamentos. Enfim, vamos ver minhas fotos.. Ah e no próximo mês vai ser editado no VSOCam (se eu não me engano é esse o nome do app).


Bolinho de chuva da mamãe ♥


Encenação da paixão de cristo ♥


Decoração da festa da minha prima ♥


Pôr do sol na estrada ♥


Reencontrando as primas ♥


Meu xodó ♥

E é isso gente, esses foram os flashs do mês de Abril, em Março não postei por problemas familiares e tal. Mas não irei desistir ♥


beijos e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais

02/04/2015

Li até a página 100 e.. #16

Oi gente, quanto tempo eu não atualizo essa categoria né? Prometo que esse mês vou tentar atualizar mais. Enfim, o livro da vez é Se eu ficar da Gayle Forman, eu to amando esse livro (já adianto para vocês) e vamos ver as minhas respostas.


1. Primeira frase da página.
"Mas então ouço ela dizer que não havia álcool no sangue dele, que nosso carro saiu da pista e entrou na frente do caminhão desse tal sr. Dunhap, que disse que não teve tempo de parar e então percebo que não é sobre Teddy que estão falando, mas sim sobre o outro motorista."

2. Do que se trata o livro?
Um romance que envolve drama, uma família sofre um grave acidente e a Mia é a única que "sobrevive" até agora, mas está em coma.

3. O que está achando até agora?
Maravilhoso, emocionante! Não consigo parar de ler e quando terminar, irei ver o filme. Porque devo chorar mais que no livro ~eu acho~

4. O que está achando da protagonista?
Ela é uma fofa, apesar de sempre ter reclamado de frequentar os shows de seu namorado lindo rs.

5. Melhor quote?
"Viva para amar."

6. Vai continuar lendo?
Sim, claro, com certezaaa!

7. Última frase da página?
"Como é que se pode conviver com isso?"

Então quem já leu esse livro, eu to prestes a terminar e trazer resenha aqui. 
Beijos e até o próximo post.

Acompanhe nas redes sociais