14/11/2014

Ame-se em primeiro lugar.

Tradução: Ame a si mesmo, você é tudo que você tem.


Eu tenho a necessidade de estar acompanhada, necessidade de ter alguém comigo... Sei lá, soa até estranho, mas é a verdade. Queria entender, porque nós não sabemos viver apenas com a nossa companhia. Tem a necessidade de ser a melhor, de conseguir tudo primeiro, de ter alguém lindo e maravilhoso com você, que seus amigos gostem da pessoa...

Todos falam pra gente ver o interior da pessoa, mas a maioria só sabe ver a beleza exterior. Não tem como... Nós queremos alguém que nós gostamos e que os outros gostem. Porque ligamos tanto para a opinião das pessoas alheias? Temos que parar com isso. É hora de pensar mais em nós mesmos, pensar em como tudo seria diferente se não ligassemos para a opinião desssas pessoas que não mudam nada em nossa vida. Não acrescentam exatamente nada para gente.

Por que será que ver aquele seu/sua ex com outra/outro, te deixa pilhada? Por que será que ver vídeos de casais, te deixava pra baixo? Nós temos que nos amar em primeiro lugar. Não precisamos de homem, nem de mulher para sobreviver... Podemos nos contentar com a nossa companhia, tem coisa melhor que isso? Se amar em primeiro lugar. Ouvi em algum lugar, que o amor é uma dança... Primeiro você tem que aprender a dançar sozinho, para depois dançar com alguém.

Aprenda essa dança. A vida sem o amor, não é nada. Não adianta querer acelerar as coisas, muito menos ficar procurando a pessoa certa, sabe porque? Porque a pessoa certa, vai aparecer, pode ser que demore anos, que ela já passou pela sua vida e você não percebeu, que ela está mais próxima do que você imagina, pode parecer no pior momento da sua vida ou no melhor.. Não temos que programar, sonhar é uma coisa.. Programar na sua cabeça o encontro perfeito, com a pessoa perfeita não!


Deixa rolar, não adianta manter algo por aparência. Joga tudo pro alto, e entenda que a necessidade de ter alguém, aos poucos vai passando. Vai passando conforme você vai se amando mais. Ame-se! Porque como já dizia Isabela Freitas, o amor vem para os distraídos. 


Beatriz França.

Um comentário:

  1. Gostei muito do meio pro fim do seu texto, não sou nada parecida com o tipo de mulheres citadas no começo. Mas em suma, você esta certa, temos que nos amar mesmo, e sem essa de precisarmos de um homem pra enxergarmos nossas qualidades.
    Dá uma passadinha no meu quando puder: Sexo, Fraldas e Rock'n Roll
    Bjs***

    ResponderExcluir