02/12/2016

Comodismo do amanhã.


Ficamos planejando coisas, adiando sonhos, coisas a serem ditas, só vamos deixando... Amanhã eu faço, amanhã eu falo, amanhã eu vejo isso. E se o amanhã não chegar?

Nós vamos dormir com a certeza de que um novo dia vai começar, tudo normal, você vai levantar, se arrumar e ir fazer suas coisas. O dia vai passar e tudo que você disse que ia fazer quando amanhecesse, você deixa pra amanhã de novo. E de novo. De novo. E assim vai, até não fazer mais sentido o que queria fazer.

Você sonha em ir em uma balada que todo mundo vai, mas deixa pra um dia que todos seus amigos possam. Você sonha em conhecer alguém diferente, mas fica com receio da pessoa ser um psicopata. Planeja mensagens a serem enviadas, mas deixa pra depois, aliás demonstrar interesse é crime. Quando você percebe que as coisas que você estava com vontade de fazer, não tem mais tanta graça e começa a entrar no comodismo do "amanhã" a vida passa a não ter mais sentido também.

Se acomodar é a parte ruim disso tudo. Não podemos deixar que isso aconteça. É necessário fazer as coisas quando estiver afim. Ir no impulso, umas loucuras às vezes faz bem. Tenho um amigo que sempre diz que eu gosto de ter umas coisas loucas na minha semana, e realmente, é tão bom. Essas coisas loucas fazem nossa semana ser mais leve.

Esperar até o fim de semana pra chamar aquela pessoa pra dar uma volta? Esperar até amanhã pra ver se o pessoal pode ir na balada? Esperar até o mês que vem pra ver se o sentimento continua o mesmo e ai, quem sabe, mandar uma mensagem dizendo que sentiu falta? Vocês são tudo malucos de ficar esperando. Hoje estamos aqui, amanhã, só Deus sabe.

Vai viver, vai conhecer gente, beijar, dançar, demonstrar interesse, realizar sonhos e vontades. Esperar até amanhã pode ser um erro. Espera chegar o amanhã pra ver as fotos do momento incrível que você passou, espera o amanhã pra lembrar dos bons momentos, espera o amanhã pra deitar a cabeça no travesseiro e pensar "como foi bom".

A vida é feita de momentos e esses momentos não planejados, sempre saem melhor que a encomenda. Vai por mim, se arrisca!

TEXTO ESCRITO POR
Beatriz França.

Não esqueça de nos acompanhar nas redes sociais

Um comentário:

  1. Ai que texto lindo. Sabe, eu era muito de me arriscar, até o tempo passar e eu perceber o tanto de consequências ruins isso me causou, hoje em dia, meço muito as coisas, penso bastante a respeito, mas ainda tem coisas que faço na loucura, afinal de contas, se não fizesse, não seria mais eu.


    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir